A origem americana da sífilis

Hector H. Bruit

Resumo


O trabalho é um estudo da documentação existente, produzida no século XVI, acerca da teoria americana da sífilis. Observa-se que essa documentação é ambígua e às vezes duvidosa. Além dos cronistas, examinam-se fontes indígenas de forte conteúdo mítico que fizeram menção de uma doença corrosiva. Examinam-se algumas conclusões
baseadas em estudos de restos ósseos e arqueológicos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores: