A Categoria Tópico: aproximações entre o Português do Brasil e o Português de Angola // The Topic Category: approximations between Brazilian Portuguese and Angolan Portuguese  

Ednalvo Apóstolo Campos, Eduardo Ferreira dos Santos

Resumo


Resumo: Nosso trabalho tem como objetivo apontar
a realização da categoria sintático/discursiva tópico no
português brasileiro e no português angolano. Tomamos a
topicalização como uma referência a termos em relação
semântica com a estrutura actancial do predicado e
caracterizada pela extraposição para o início do enunciado
de um termo – tópico – e o restante do enunciado funcionando
como comentário. A interpretação do constituinte
topicalizado segue a representação de Zubizarreta (1998)
em estrutura de asserção (AS). Trabalhos como os de
Pontes (1987) e Galves (1998) apontam que a realização da
categoria tópico ocorre de maneira distinta entre o português
europeu (PE) e o português brasileiro (PB). Apresentamos,
portanto, uma descrição dos tipos de tópicos encontrados
no português angolano (PA) e no português vernacular
brasileiro/região Norte do Brasil – comunidade quilombola
de Jurussaca (PVB) e as possíveis aproximações tipológicas
para essa categoria a partir de uma tipologia apresentada
em Pontes (1987), Araújo (2009) e Santos (2011). Dados
do pa, como ‘O Jordan as pessoas gostam por uma certa
particularidade’, exemplificam uma aproximação com o PB
para a topicalização selvagem: Nessa sentença, temos o
deslocamento do constituinte O Jordan da posição interna
ao verbo gostar para uma posição de tópico sem a regência
da preposição de. Sentenças desse tipo, presentes no PB e
no PA, apresentam restrições de realizações no PE.

***

Abstract: The aim of this paper is to highlight the realization
of sentence/discourse topic in Brazilian Portuguese
and Angolan Portuguese. We take topicalization as being
a reference to terms in a semantic relationship with the
acantial structure of the predicate, and characterized by
the positioning of a term – topic – at the beginning of an
utterance, with the remainder of the utterance functioning
as a comment. Interpretation of the topicalized constituent
follows Zubizarreta’s (1998) representation of the assertion
structure (as). Studies such as those of Pontes (1987)
and Galves (1998) show that the realization of the topic
category occurs differently in European Portuguese (EP)
and Brazilian Portuguese (BP). We present, therefore,
an overview of the types of topics found in Angolan
Portuguese (AP) and in Brazilian Portuguese Vernacular
from the Northern region of Brazil – specifically from the
Jurussaca Quilombo community (BPV), and the possible
typological approximations for this category, based on a
typology introduced in Pontes (1987), Araújo (2009) and Santos (2011). Data from ap, such as the utterance ‘O
Jordan as pessoas gostam por uma certa particularidade’
[‘Jordan people like because of a certain individuality’],
exemplifies approximation with bp in relation to so called
wild topicalization: In this sentence, the constituent O
Jordan is dislocated from the internal position with the
verb gostar [to like] without the use of its preposition de.
Sentences of this type are also present in BP, but have only
restricted use in EP.


Palavras-chave


Português Vernacular brasileiro, Português Angolano, Tópico. // Brazilian Vernacular Portuguese; Angolan Portuguese; Topic.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PAPIA

Revista Brasileira de Estudos do Contato Linguístico

e-ISSN: 2316-2767

ISSN: 0103-9415 (da versão impressa, descontinuada)

papia@usp.br

PAPIA é indexada no LATINDEX (http://www.latindex.unam.mx) e no DOAJ (http://www.doaj.org).