Aquisição do Hebraico como Língua Estrangeira e as Estratégias do Processamento da Flexão de Gênero

Candido Sousa da Silva

Resumo


O presente estudo investiga como os alunos do nível inicial constroem conhecimento na aquisição do hebraico como língua estrangeira (L2),  tendo em vista que este apresenta várias particularidades não presentes no português (L1). Para exemplificarmos e discutirmos a questão da transferência de valores dos parâmetros de L1, nosso estudo se baseia na análise da flexão de gênero com o intuito de investigar se a flexão de gênero no hebraico possui um caráter mais universal ou mais particular.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Vértices

Contato: Centro de Estudos Judaicos da USP

Tel/Fax.: +55 11 3813-6528

Email: verticeshebraico@gmail.com